Desde fevereiro, alunos têm aula em salas sem energia elétrica em escola de Ponta Grossa

101

Novas salas de aula do Colégio Estadual Professora Linda Salamuni Bacila são iluminadas apenas pela luz solar desde que foram inauguradas.

Alunos do Colégio Estadual Professora Linda Salamuni Bacila, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, estão estudando sem energia elétrica nas salas de aula desde fevereiro.

A instalação elétrica não ficou pronta quando os alunos da escola passaram a usar oito novas salas e, desde então, as aulas acontecem contando apenas com a iluminação da luz solar.

Em março, o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), responsável pela infraestrutura das escolas da rede estadual do Paraná, informou que, ao final da obra, foi necessário um aditivo por causa de uma readequação do projeto elétrico.

Na época, o Fundepar informou que as salas teriam energia elétrica até o final de março, mas um mês depois o problema não foi solucionado.

Os alunos reclamam que a falta de luz prejudica os estudos. “Estamos sofrendo com a falta de luz pra ler ou escrever um texto e até pra enxergar o quadro”, afirmou a estudante Helen Poliana.

O Colégio Estadual Professora Linda Salamuni Bacila tem cerca de 100 alunos.

De acordo com a diretora da escola Jaqueline Maria Guimarães, os alunos não podem voltar para as antigas salas por motivos de segurança.

As aulas aconteciam em salas com estrutura de madeira e, quando a fiação foi trocada, os professores receberam a recomendação de que não poderiam ligar os ventiladores para não sobrecarregar a rede elétrica.

“Por segurança, eu preferi que eles ficassem sem luz, por que seria a curto prazo, como tinham me falado, do que estar em uma sala com luz, mas correndo risco”, afirmou a diretora.

G1

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.