Paralisação dos treinamentos pode adiar o retorno do Campeonato Paranaense

O decreto do Governo do Paraná, que foi acatado por diversas prefeituras, afetou o treinamento de alguns clubes que estão na disputa do Campeonato Paranaense. Em rápida conversa com a reportagem da Banda B, o presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Hélio Cury, pediu prazo para acompanhar a situação das equipes.

“Nós estamos avaliando isso ainda e, até o momento, não tem indicação para informar a vocês. Nós precisamos de prazo para ver todas as situações, não apenas do Coritiba, mas no geral”, declarou o presidente da FPF.

O governador Ratinho Júnior publicou um decreto com medidas mais restritivas em sete regiões do estado por 14 dias para combater a Covid-19. Dos oito times que disputam o mata-mata do estadual, apenas dois não foram afetados: Operário e Rio Branco, que só vai retomar as atividades quando tiver a definição sobre a volta da competição.

O Paraná conseguiu uma autorização da Prefeitura de Quatro Barras, onde fica o CT Ninho da Gralha, para continuar com as atividades. Já o FC Cascavel, que mantém os jogadores e membros da comissão técnica isolados no centro de treinamento, também seguiu com os treinamentos.

Retorno dos jogos

Na semana passada, antes do decreto do Governo, os clubes e a FPF se reuniram virtualmente e definiram o retorno do Paranaense até o dia 15 de julho. Segundo Cury, o assunto segue em discussão. “Isso está em discussão na mesma forma”, comentou.

BandaB

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.