Ao vivo na TV, repórter se comove ao entrevistar senhor faminto em situação de rua: “De doer o coração”

45

Enquanto mostrava a entrega de alimentos em frente a Igreja Nossa Senhora da Penha, no Jardim Peri, Veruska se deparou com uma cena, nas palavras da própria, “de doer o coração” — um senhor que improvisou uma colher com isopor para poder matar a fome ali mesmo, na fila.

“É de doer o coração. Esse senhor pegou duas marmitas. São entregues duas marmitas por pessoa para poder levar para casa. Mas ele está com tanta fome que improvisou uma colher com isopor para comer na fila mesmo. Eu não sei… Se as pessoas não se sensibilizam com isso, eu me sensibilizo. Chego a ficar arrepiada”, desabafou a jornalista, com a voz embargada.

“Enfim, é o fim do programa Cozinha Cidadã. O Jardim Peri não faz parte desse programa, mas a empresa que faz essas marmitas já avisou que tem contrato com a prefeitura só até o dia 27. Portanto, as marmitas que são distribuídas aqui, vão só até o dia 27. Isso deixa o pessoal da Igreja Nossa Senhora da Penha muito preocupado”, continuou ela.

Na sequência, Donato conversou com o homem, que se identificou como José Rodrigues da Mata. “É a primeira refeição que o senhor tem hoje?”, perguntou ela, que não conseguiu esconder a angústia ao ouvir uma resposta afirmativa. “Essa história é de cortar o coração”, finalizou, muito emocionada. Confira:

O Segredo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.