sábado, março 2, 2024

InícioDestaquesPerto do verão, revitalização da Orla de Matinhos chega a 89% de...

Perto do verão, revitalização da Orla de Matinhos chega a 89% de execução

A poucos dias do início da temporada de verão, a revitalização da Orla de Matinhos alcançou 89% de conclusão, de acordo com balanço de novembro divulgado nesta terça-feira (5) pelo Instituto Água e Terra (IAT). O relatório aponta, ainda, que a recuperação do balneário está dentro do cronograma, com previsão de término para o segundo semestre de 2024.

Essa é a principal intervenção urbana da história do Litoral do Paraná, com investimento de R$ 314,9 milhões por parte do Governo do Estado.

Segundo o levantamento, elaborado em parceria com consórcio Sambaqui, grupo de empresas responsável pelas obras, vencedor da licitação pública, algumas das estruturas que compõem o projeto já estão concluídas.

São os casos do espigão da Praia Brava; da guia de correntes da Avenida Paraná, e os headlands dos balneários Riviera e Flórida. A construção dos guias-correntes de Matinhos está por detalhes finais, com 97,5% de conclusão. A urbanização de Caiobá chegou em 72,5% e a dos demais balneários a 79%. Já o plantio da restinga ultrapassou 76%.

Além disso, foram lançados 100% dos tetrápodes em todos os pontos de revitalização da orla: Praia Brava (340 peças), Flórida (681), Riviera (681), Rio Matinhos Norte (469), Paraná Sul (1.241) e Rio Matinhos Sul (1.259). Os tetrápodes são peças de concreto com cerca de 3 metros de altura e 4,3 metros cúbicos de volume, pesando, cada uma, entre 10 e 12 toneladas. São equipamentos essenciais para evitar possíveis danos às estruturas marítimas.

Como forma de não prejudicar moradores, turistas e comerciantes durante a temporada de verão, quando a população flutuante dos balneários do Paraná supera 1 milhão de pessoas, o IAT e o consórcio Sambaqui vão desacelerar o ritmo das obras entre o fim de dezembro, na véspera do Natal, até o Carnaval, em fevereiro.

DRENAGEM – Ainda conforme o balanço de novembro, os trabalhos de microdrenagem atingiram 26,7% ante 25,8% em outubro. Já o processo de macrodrenagem passou de 92% para 93,5% no período. É justamente essa nova formatação do novo sistema de drenagem (macro + micro) que vai exercer papel fundamental no controle e diminuição das cheias e enchentes que sempre prejudicaram a cidade.

O sistema de microdrenagem terá 23 quilômetros das novas canaletas e começou a ser instalado em maio, com um investimento de R$ 39,2 milhões. Já com relação à macrodrenagem, as intervenções estão sendo feitas desde junho do ano passado no canal da Avenida Paraná, no bairro do Tabuleiro, em Caiobá. Um trecho de 1,5 quilômetro do canal está sendo alargado para minimizar a quantidade de água que chega ao Rio Matinhos e, assim, reduzir as cheias e melhorar a vida de uma grande parcela de moradores do bairro.

O projeto prevê deixar o canal com sete metros de largura, em concreto formatado como um U (na base e nas laterais), aumentando a velocidade do escoamento e diminuindo o nível de alagamento. O investimento é de pouco mais de R$ 10 milhões.

Perto do verão, revitalização da Orla de Matinhos chega a 89% de execução

Foto: Alessandro Vieira/CC

AEN

ARTIGOS RELACIONADOS

MAIS POPULARES