Ex-secretaria de Educação de Pontal do Paraná fala sobre o trabalho realizado a frente da pasta

97
Fotos: Assessoria SMED

Qual o tamanho da responsabilidade de uma secretária de Educação de Pontal do Paraná em números de alunos?

Se formos falar em números, tem alguns que valem a pena ser considerados, Pontal do Paraná conta com 22 instituições escolares, sendo 9 escolas e 13 cmeis. (Considerando a abertura da Escola Municipal Professor Ernesto Tavares de Campos e a reabertura do Cmei Água Viva marcados para o primeiro semestre de 2022).  O Censo escolar de 2021 apontava a matrícula de aproximadamente 3400 alunos na nossa rede, iniciamos 2022 com aproximadamente 3700 um quantitativo que se mantém até o dia de hoje. A pasta da educação conta com aproximadamente 600 servidores sendo a maior pasta da gestão.

Quais foram as principais dificuldades no início da gestão?

Iniciamos os trabalhos em meio a uma pandemia mundial, tendo a responsabilidade de levar o ensino para dentro das residências dos nossos alunos sem a menor perspectiva de quando seria possível estar presencialmente com eles novamente, sabendo que já havia uma perda pedagógica, uma lacuna causada pelo ensino à distância iniciado em 2020, para iniciar levamos ao alcance dos nossos alunos e professores uma plataforma Educacional interativa para que pudessem  ter acesso a recursos e a um ensino mais significativo, o aluno passou a  ter a possibilidade de  receber Vídeo aulas e explicações em tempo real com seu próprio professor explicando os roteiros que foram criados de acordo com a realidade do público de cada escola, sendo conhecido o fato de que o acesso à internet em Pontal não é totalmente democratizado,  possibilitamos a entrega de um chip de dados que liberou o acesso a alunos e professores à rede de internet trazendo igualdade e equidade para o ensino de Pontal do Paraná. A ideia de trabalhar com o novo, novos desafios, novas tecnologias, sair da zona de conforto, aprender a ensinar de outra forma, foi um dos maiores desafios, todos estavam sensíveis, e, precisavam ser acolhidos para acolher.

O momento foi difícil de muitas perdas e luto, a educação precisou se reinventar, de uma forma humanizada e delicada para seguirmos. Prosseguimos com a entrega dos kit de alimentação para dar suporte às famílias, assim que possível reabrimos as escolas seguindo um protocolo de biossegurança e ofertamos apoio pedagógico mediante avaliações diagnósticas na tentativa de verificar as lacunas de aprendizagem criadas neste tempo.

Como a área da Educação conseguiu superar e avançar nas questões relacionadas a pandemia?

Reconhecemos que o momento era de superação, de quebra de paradigmas, não podíamos seguir com os mesmos modelos educacionais que já praticávamos, o uso da tecnologia ajudou a resolver algumas destas situações, os professores receberam acessos e formação para utilizar esses recursos, investir na formação do professor foi o grande diferencial, a informação é artefato de grande valia, oferecemos formação em Xadrez, Formação em Robótica Educacional, ofertamos Curso de Direito Educacional, inúmeras formações síncronas e assíncronas, para nos aproximarmos cada vez mais, para compreender a situação de cada um, temos ofertado também um programa de Acolhimento e Mentoria para os servidores da educação.

Das propostas de campanha do atual prefeito relacionadas com a Educação, o que podemos ver realmente sendo executado em Pontal do Paraná?

Este é o Plano de Governo, as propostas para a educação:

  •  o atendimento em tempo integral foi ampliado nas escolas, iniciado nos Cmeis com atendimento educacional integral (não apenas no tempo integral) e, aberto à comunidade em parceria com a Secretaria de Esporte e Cultura;
  • O Cmei Água Viva reabre em poucos dias, um novo Cmei está sendo construído no Guaraguaçu, com o dobro da capacidade do atual, o Cmei Cavalo Marinho foi reformado e receberá uma ampliação já licitada e o Cmei Siri Azul está em processo legal para a construção por meio de emenda parlamentar recebida;
  • Inglês e Robótica Educacional (Linguagem de Programação) foram incluídos na matriz curricular, há uma parceria sendo firmada para oferecer Espanhol e Libras para a comunidade;
  • Cursos de capacitação tem sido ofertados pela Escola Social de Empreendedorismo e em parceria com diversas secretarias, principalmente Turismo;
  • O auxílio transporte atende hoje 92 alunos e tem novo edital aberto para novas inscrições;
  • As matrículas da EJA foram ampliadas, e o mais importante, foi a garantia da continuidade, uma vez que o município estava sem autorização de funcionamento de algumas instituições, o que impossibilitava a renovação da oferta dessa modalidade;
  • A UNATI funcionará novamente na modalidade presencial, em prédio cedido pela SMED com parceria firmada novamente com a Unespar em projetos como o Cortume do Couro do Peixe e o beneficiamento da fibra do Coco;
  • A mudança do Polo para a Escola Municipal Ernesto Tavares de Campos,  troca de todo o equipamento, reestruturação do novo espaço possibilitando a ampliação da oferta de novos cursos;
  • O Projeto Conhecendo Pontal sob um olhar caiçara, está funcionando e atendendo todas as escolas, o processo de inclusão na Proposta Pedagógica Curricular, evidenciando os conteúdos de acordo com a BNCC tornará esse projeto permanente, tirando as aulas de História e Geografia locais do papel, para ocorrerem na prática, em diversos espaços do nosso município, unindo teoria e prática, para uma aprendizagem mais significativa. O projeto de cidadania Prefeito Mirim, foi incorporado a um projeto maior: “Os Três Poderes” que leva os alunos para conhecer e vivenciar experiências junto à Câmara Municipal, Fórum e Prefeitura Municipal; As escolinhas de Surf funcionam como parceria com o esporte e com projetos como o Surf Camp;
  • Os laboratórios de informática e robótica em algumas unidades está em pleno funcionamento, em outras passando por troca de equipamentos, todos com internet wi-fi.
  • As ampliações estão previstas, porém é necessário realizar muitas pequenas reformas e reparos antes de se ampliar, essas reformas e reparos vem acontecendo, o atendimento na Escola Ilha do Saber foi reformulado, atualmente há o atendimento por  cronogramas o que possibilitou o ingresso de alunos que há muito estavam na lista de espera; o centro de Equoterapia está sendo finalizado e passará a atender alunos de outras instituições, não apenas restritos a Ilha.
  • Foi incorporada à frota um caminhão frigorífico para a entrega da merenda de maneira refrigerada e acondicionada. Estão previstas algumas aquisições de ônibus, bem como algumas parcerias visam garantir a entrega de ônibus escolares por meio de atas, estaduais e federais, de registro de preços.
  • O executivo, tem garantido um  pronto pagamento para as instituições com aproximadamente 3X o valor que era recebido no início da gestão;
  • Assinamos com a UFPR, CEM e UFPR Litoral parcerias de formação para nossos docentes e servidores em geral, mas para além disso, ainda esse ano irá iniciar a realização de um cursinho Pré Vestibular de recomposição de conteúdos para os alunos de Ensino Médio, totalmente colaborativo e gratuito para os alunos Pontalenses.

Quais atividades escolares se destacam pela inovação nas salas de aula, disciplinas como robótica e xadrez fazem a diferença?

Estas disciplinas possibilitam ampliar a forma do pensamento, o aluno passa a pensar novas formas de resolver problemas, ambas disciplinas trabalham com a pedagogia de problemas, onde o estudante busca soluções teórico-práticas para as situações apresentadas, soluções não convencionais. O raciocínio lógico matemático desenvolvido a partir destas disciplinas amplia as sinapses neurais do aluno, ampliando a sua capacidade de observar e processar o pensamento, auxiliando na resolução de problemas de forma geral, trazendo complexidade ao olhar e não dificuldade ao aluno. Além dessas disciplinas, temos também a inclusão do Inglês, da Literatura Infantil e da Educação Socio Emocional em 7 das 9 escolas de Pontal do Paraná.

Diversos projetos estão em andamento, e também a serem iniciados, a população de Pontal do Paraná pode esperar novidades ainda de seus projetos?

Certamente, muitas parcerias foram firmadas, tem muito ainda por vir, Pontal do Paraná é foi incluída no Arranjo de Desenvolvimento da Educação do Litoral Paranaense – ADE a primeira do estado do Paraná, uma conquista para todos que trará melhorias significativas aos resultados da educação. A colheita das parcerias firmadas vai acontecendo aos poucos,  os materiais didáticos e formações que serão distribuídos nos próximos dias, também são esperados como novidades que tem o potencial de fazer a diferença. Teremos novidades ainda no campo da educação especial e inclusiva, a partir da próxima semana o Ambulatório Municipal de Especialidades para Crianças – AME Criança, unirá educação e saúde para avaliação e diagnóstico de crianças com síndromes, déficits e transtornos, na intenção de fechar os diagnósticos e encaminhar os tratamentos necessários.

Pontal do Paraná diversos anos teve atraso na entrega de uniformes escolares e o kit escolar, conta um pouco sobre o trabalho burocrático que foi feito para agilizar e também como foi a escolha do uniforme esse ano, uma proposta ambiental muito importante?

Essa é a parte do trabalho que causa maior desgaste a qualquer profissional, são fatores externos, que dependem de terceiros para se obter sucesso, apesar de serem licitações realizadas no ano de 2021, o início do ano foi marcado pelo retorno das aulas presenciais em muitos municípios, o que coincidiu com os pedidos de inúmeras cidades, o atraso justificado pela interferência da covid na produção o que afetou a mão de obra e ainda a falta de matéria prima no mercado mundial, se contarmos ainda com o aumento expressivo de alunos matriculados, no momento da licitação até o momento da entrega houve acréscimo de 300 alunos, o que também interfere nas entregas.

Quanto à inovação na entrega, licitamos um uniforme que trouxesse junto um programa de Educação Ambiental, recebemos os Ecopontos inteligentes das escolas, temos 12 unidades no município, 9 em escolas, 1 no CMEI na Colônia Pereira, de uso estendido à comunidade, 1 na prefeitura e 1 na secretaria de Educação, de uso estendido aos servidores. O ecoponto contabiliza os resíduos coletados, gerando dados da coleta, evitando que os resíduos recicláveis sejam enviados para o aterro, os coletores amigos da escola recolhem esses resíduos e vendem à preço de tabela internacional para a empresa que produziu o uniforme com 50% de fio de PET, fechando o ciclo da reciclagem, reciclando não só os resíduos, mas as ideias.

O projeto de compostagem tem relação direta com as escolas onde todo material orgânico é utilizado na compostagem, essa atividade ligada diretamente a reciclagem, meio ambiente e alimentação saudável é uma ação muito interessante que foi inserida na rede municipal?

O projeto da compostagem é motivo de orgulho para todos, as servidoras que trabalham nas cozinhas das escolas receberam uma rápida formação sobre a separação dos orgânicos com potencial para compostar, talos, cascas, sementes, etc, são recolhidos pela equipe responsável de 2 a 3 vezes por semana, esse resíduo é levado para o espaço em Pontal do Sul, onde é depositado em células construídas para esse fim, lhe são acrescentados cepilho e material seco para uma decomposição lenta, a produção de material orgânico produto desse processo, serve para o solo da hortas que vem sendo construídas nas escolas e CMEIS, fechando novamente o ciclo dos materiais.

Nas composteiras o processo de germinação acaba ocorrendo naturalmente na composteira, e com isso, a equipe está fazendo sementeiras para alimentar o trabalho com as hortas de forma 100% sustentável.

Criamos o Portal da Educação, onde as novidades da Educação podem ser acompanhadas https://sites.google.com/escola.pr.gov.br/smedpontaldoparana/p%C3%A1gina-inicial?authuser=1

Quer deixar uma mensagem, agora vai buscar novos projetos na área da Educação, conta pra gente?

Ex-secretária de Educação de Pontal do Paraná, Adriana Hass

Agradeço a oportunidade de poder ter contribuído com a educação do nosso município, não é um legado que se cria do dia para a noite, ou mudanças que ocorrem repentinamente, pequenas mudanças desencadeiam grandes avanços mas a longo prazo, a confiança depositada em mim me enobrece e espero ter correspondido às expectativas, agora respondo a um convite para retornar ao Núcleo Regional de Educação de Paranaguá, reassumindo meu concurso em um cargo de coordenação regional. Tenho muito a agradecer e desejo muita sorte a quem aceitar essa função nobre e de grande valor social.

Redação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.