O prefeito de Boa Vista da Aparecida, no oeste do Paraná, Leonir Antunes dos Santos (PL) negou nesta terça-feira (16) ser o dono dos seis galos de rinha apreendidos no carro da prefeitura dirigido por ele na BR-386, no Rio Grande do Sul. Após a apreensão, que ocorreu na segunda-feira (15), Santos foi detido e liberado da delegacia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o gestor assinou termo circunstanciado pelo crime de maus-tratos aos animais. Além disso, responderá judicialmente por improbidade administrativa, por usar veículo oficial.

Conforme a PRF, o carro da prefeitura foi parado após o prefeito realizar uma ultrapassagem proibida. A polícia informou ainda que Leonir foi detido com o mesmo veículo em 2018, após dirigir embriagado em uma rodovia.

O prefeito foi preso com os galos em Sarandi (RS), que fica a mais de 400 quilômetros de Boa Vista da Aparecida. O carro utilizado na viagem estava com o licenciamento atrasado, segundo a polícia.

Leonir disse à que não se manifestará oficialmente. Entretanto, afirmou que os galos que estavam no porta-malas não eram dele, mas de uma pessoa que ele deu carona. Ele não se explicou porque deu carona em um carro oficial.

Conforme o gestor, até a manhã desta terça-feira (16), ele estava na casa de um cunhado, em Barra Funda (RS).

A viagem do prefeito ocorreu durante o recesso de carnaval, decretado por ele em Boa Vista da Aparecida. O Governo do Paraná suspendeu o ponto facultativo por causa da pandemia do novo coronavírus.

Prefeito de cidade do PR foi preso transportando galos de rinha em Sarandi (RS) — Foto: PRF/Divulgação

Investigação

O carro utilizado pelo gestor durante a apreensão foi comprado em 2017, por R$ 124 mil, e é alvo de um processo judicial.

Conforme o Ministério Público do Paraná (MP-PR), houve um direcionamento da licitação para a compra do carro, mas por enquanto não há sentença do caso.

Boa Vista da Aparecida tem cerca de oito mil habitantes.

G1

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.