Um rapaz, de 23 anos, foi resgatado pelo helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) na tarde do último sábado (29) após sofrer um acidente na região do Salto dos Macacos, na cidade de Morretes, no Litoral do Paraná.  Por ser um local de difícil acesso, foi feito rapel dos tripulantes para fazer o atendimento, e depois a técnica Mc Guire para retirar o rapaz com segurança.

De acordo com as informações do copiloto da aeronave, capitão Alexandre Creplive Zem, o acionamento ao BPMOA foi pelo Corpo de Bombeiros, que informou a situação de um rapaz que caiu e bateu a cabeça e a coluna nas pedras. “Ele chegou a ficar desacordado e foi retirado da água pelas pessoas que estavam ali. Ao recobrar a consciência, ele sentia muita dor e não tinha movimentos nos membros inferiores”, disse.

O ponto onde ocorreu o acidente é de difícil acesso, e por isso a tripulação se preparou com vários equipamentos para fazer o resgate. “É uma área em que não como pousar, e que teríamos que descer nossos tripulantes por rapel para fazer os atendimentos ao rapaz”, disse.

Ao chegar no local, a médica e o operador aero tático desceram da aeronave por rapel. Durante os primeiros atendimentos foi verificado que fora a contusão na coluna não havia nenhum outro ferimento mais grave. “Tiramos ele pela técnica Mc Guire, uma manobra complexa em que a vítima é içada e fica presa a aeronave. Seguimos até um ponto em que fosse possível fazer o pouso e fizemos o embarque, levando ele para o Aeroparque de Paranaguá, onde já havia uma ambulância do Samu para fazer o encaminhamento ao Hospital Regional do Litoral”, disse o capitão Zem.

Nesta temporada de verão, esta é a segunda ocorrência no Salto dos Macacos em que o BPMOA fez atendimento. “É uma área de difícil acesso, e em janeiro fizemos um resgate bem semelhante a este, utilizando as técnicas de rapel e Mc Guire para fazer a extração da vítima”, complementou.

Fonte: Bem Paraná

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.