Suspeito alegou ter sofrido um apagão e que só lembra de ter saído do local com a arma em punho, segundo o delegado. Caso ocorreu em dezembro, no bairro Novo Mundo.

Um homem foi preso na tarde desta terça-feira (21), em Curitiba, suspeito de matar um mecânico por causa da bateria de um carro.

O caso aconteceu em dezembro do ano passado, no bairro Novo Mundo, e o mecânico tinha 28 anos.

Segundo o delegado Thiago Nóbrega, o preso confessou o crime e disse que o mecânico pegou a bateria do carro dele sem autorização. “Ele disse que, na data dos fatos, ele foi cobrar pela bateria e que os dois discutiram”, explicou.

Nóbrega disse ainda que o suspeito alegou ter sofrido um apagão e que só lembra de ter saído do local com a arma em punho.

“A gente sabe que não foi bem isso. Todas as testemunhas presenciaram. Ele descarregou um revólver 38 na vítima com tiros por todo o corpo, inclusive na cabeça. A intenção dele foi matar, sim, por uma besteira, por causa de uma bateria veicular”, acrescentou o delegado.

A vítima, segundo a Polícia Civil, tentou pedir socorro e fugir dos tiros, mas acabou caindo em uma terreno ao lado e morreu no local.

O homem foi indiciado por homicídio qualificado, segundo o delegado.

G1PR

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.