Estudo britânico aponta universidades estaduais do Paraná entre as 100 melhores da América Latina

31

UEM, UEL, UEPG e Unioeste estão entre as melhores; estudo avaliou quase 1,4 mil universidades em 92 países.

Quatro das sete universidades estaduais do Paraná foram classificadas entre as 100 melhores da América Latina, segundo um levantamento da revista britânica Times Higher Education (THE).

São elas: Universidade Estadual de Londrina (UEL), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

O estudo foi feito pelo World University Rankings 2020, que avaliou quase 1,4 mil universidades em 92 países através de 13 indicadores sobre o desempenho das instituições em ensino.

As instituições paranaenses se destacaram nos quesitos de ensino, indústria e influência em pesquisas.

A UEL, por exemplo, se destacou em relação ao ensino e ficou classificada entre as 70 melhores universidades da América Latina e entre as 37 melhores do Brasil.

Nesse quesito, a Unioeste também se destacou e ficou entre as melhores universidades aparecendo na 28ª posição.

A UEM também ficou classificada na 36ª posição nacional alcançou a 90ª colocação na América Latina com relação a indústria, que mede a capacidade da universidade criar inovações e invenções para o setor produtivo.

A categoria indica o grau de intenção das empresas em pagar por pesquisas e a capacidade de uma universidade atrair financiamentos.

O destaque da UEPG foi em relação à influência em pesquisas. A universidade ficou entre as 12 melhores universidades em citações do país e em 91ª na América Latina.

G1

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.