Presos fazem rebelião na Delegacia de São José dos Pinhais, e detento morre

80

De acordo com a OAB-PR, os presos pediram medicamentos para um detento que passava mal e, quando o investigador foi levar os remédios, acabou sendo rendido. Então, outro investigador atirou em um dos presos para salvar o colega.

Presos da Delegacia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, fizeram uma rebelião na noite de terça-feira (14), por volta das 22h. Um detento morreu baleado.

De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Paraná (OAB-PR), os presos pediram medicamentos para um detento que passava mal e, quando o investigador foi levar os remédios, acabou sendo rendido. Então, outro investigador atirou em um dos presos para salvar o colega.

“Eu conversei com os dois investigadores e, segundo eles, alguns presos pediram medicamento e, nesse momento que foram entregar os medicamentos, um dos policiais foi rendido. O segundo policial que estava atrás teve que fazer o uso da arma de fogo”, afirmou o advogado da comissão de direitos humanos da OAB-PR, Nilton Ribeiro.

O advogado disse que o Instituto de Criminalística foi ao local. “É lamentável a perda de uma pessoa”, pontuou Ribeiro.

O detento atingido pelo tiro tinha 25 anos e morreu antes de a ambulância chegar para prestar socorro. O irmão desse preso identificou o corpo, que foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML). Esse familiar relatou que o rapaz estava preso na delegacia há dois meses por roubo.

A carceragem da delegacia tem capacidade para oito presos, porém, segundo a OAB-PR, abriga 64.

“O fato é que delegacia não é lugar de preso. Delegacia é lugar de investigação. Delegacia é o local onde os investigadores e os delegados de polícia têm que trabalhar. Lugar de preso é em penitenciária, em casa de custódia”, afirmou o advogado.

O que diz a Polícia Civil

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que “cinco detentos que tentaram contra a vida do policial civil foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio”.

Além disso, um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos.

BandaB

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.