Assembleia promoverá audiência pública para debater o projeto de engorda da orla de Matinhos

60
Euclides Garcia

Debate vai reunir representantes do Governo, deputados estaduais, sociedade civil organizada, e entidades comerciais do Litoral do Paraná.

Uma audiência pública marcada para o próximo dia 21, às 19 horas, vai debater o projeto de engorda da orla de Matinhos. O debate contará com a participação de representantes do Executivo e do Legislativo estadual, da sociedade civil organizada do Litoral, de entidades comerciais locais e demais esferas do poder público. Com custo estimado em R$ 660 milhões, a obra é uma reivindicação da comunidade litorânea há mais de 30 anos e prevê microdrenagem, drenagem e aumento da faixa de areia na orla do município.

“É dever desta Casa participar ativamente do debate pelo desenvolvimento do Litoral. O Governo Ratinho Junior tem uma série de projetos previstos para tornar a região competitiva em relação aos estados vizinhos na questão turística e ampliar a capacidade de exportação do Paraná. Além da engorda da orla de Matinhos, temos a ponte de Guaratuba, a Faixa de Infraestrutura em Pontal do Paraná, os novos trapiches da Ilha do Mel. São investimentos aguardados há muito tempo e com capacidade para atrair novos negócios, mais empregos e desenvolvimento social para a região”, afirma o líder do Governo, deputado Hussein Bakri (PSD), que assinou o requerimento da audiência juntamente com o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB) e o primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB).

Maior projeto de reurbanização do Litoral e um dos maiores de infraestrutura do Paraná, a engorda da orla de Matinhos vem sendo debatida com o Ministério do Desenvolvimento Regional desde o ano passado, na busca de apoio financeiro da União devido ao alto custo. Além do alargamento da faixa de areia, a obra prevê área de contenção de ressacas, proteção da erosão marinha, construção e revitalização de canais para evitar enchentes, saneamento básico, paisagismo, novos quiosques, pistas de caminhada, ciclovias e preservação das áreas de restinga.

Pelo projeto, estruturas semirrígidas (barreiras que isolam a água que corre do mar para a areia) serão colocadas no canal da Avenida Paraná, no desemboque do Rio Matinhos, no espigão ao Norte da Praia Brava e nos headlands (estruturas de pedras para reter a areia) localizados nos balneários Saint Etienne e Riviera. Saint Etienne ainda ganhará um canal novo para ajudar na contenção das cheias, minimizando o impacto sobre o Rio Matinhos.

Também está prevista a colocação de estrutura flexível por meio da reposição de areia (engordamento artificial) proveniente de jazida na plataforma submarina. Com isso, espera-se dobrar a faixa de areia em Matinhos para mais de 80 metros. Obras do gênero já foram bem-sucedidas em Copacabana (RJ) e Piçarras (SC).

Assembleia Legislativa do Paraná

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.