Em entrevista a Cabrini, Allana revela que vai atrás do sonho de ser advogada criminal

187

Durante a entrevista, Allana saiu em defesa do pai e ainda explicou pontos polêmicos da morte do jogador

Em entrevista exclusiva ao programa Conexão Repórter, do jornalista Roberto Cabrini, Allana Brittes, de 18 anos, saiu em defesa do pai, Edison Brittes, e da mãe, Cristiana Brittes, dois dos acusados pela morte do jogador Daniel Correia de Freitas, de 24 anos, em outubro do ano passado. Ainda, a jovem de 18 anos falou sobre os julgamentos que afirma ter sofrido e do sonho de se tornar advogada criminal. “Vou atrás do meu sonho de ser independente e fazer uma faculdade. Quero fazer Direito e ser advogada criminal. Porque senti na pele estar presa sem ter feito nada”, afirmou durante o programa, que foi ao ar nesta segunda-feira.

Durante a entrevista, Allana saiu em defesa do pai e ainda explicou pontos polêmicos da morte do jogador, como possíveis mentiras durante os dias que antecederam as revelações do caso. A jovem, que responde por coação do curso de processo, fraude processual e corrupção de menor, recebeu a liberdade na semana passada. Na conversa com Cabrini, ela criticou a prisão da mãe, Cristiana Brittes, que responde por homicídio, e falou sobre a tristeza de deixa-lá na cadeia. “Minha mãe tentou evitar e ainda foi vítima do Daniel, que foi quem procurou isso. O pior momento foi me despedir dela (Cristiana)”, descreveu.

Apaixonada

Na entrevista, Allana garantiu que a mãe, Cristiana, sempre foi apaixonada por Edison Brittes. “Minha mãe sempre foi apaixonada pelo meu pai. Nunca deu liberdade para o Daniel. Ela (Cristiana) é a maior vítima. Estava dormindo e não fez nada. Fez o possível para não agredirem ele”, disse a jovem, que confessou que a mãe tinha ciúmes do pai. “Ela sentia ciúmes e sempre queria saber onde ele estava, o que é normal”, explicou.

BamdaB


COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.