Debate quer identificar obstáculos para combate da violência contra a mulher

34
Cantora Mara Lima (PSC): o objetivo é coibir a violência. / Foto: Orlando Kissner/ALEP.

Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) promove na próxima segunda-feira (25), às 9 horas, a audiência pública “Violência contra a Mulher: conquistas e desafios”, proposta pela presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, Cantora Mara Lima (PSC). A audiência segue a linha de atuação da Comissão, que, entre outros temas, debate constantemente formas de coibir a violência contra a mulher.

De acordo com a deputada Cantora Mara Lima, a audiência pública será a oportunidade para que deputados e a população debatam sugestões de projetos que contribuam para a diminuição das agressões. “Apesar das conquistas que tivemos nos últimos anos, ainda temos muitos desafios pela frente. O Paraná, por exemplo, conta com apenas 20 delegacias da Mulher para atender aos 399 municípios do Estado. O Brasil tem assistido um crescimento do feminicídio. Precisamos urgentemente buscar soluções para isso”, alertou a deputada.

Segundo ela, depoimentos contundentes marcarão o debate. A audiência vai receber uma mulher, especialista em Políticas para Mulheres pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e pós-graduada pela PUC em Direitos Humanos e Filosofia, para contar histórias pessoais de abuso e violência. Mara Lima revelou que também vai relatar a violência doméstica sofrida na infância.

Entre os nomes confirmados para a Audiência Pública estão o de Rosangela Hass Gomes, psicóloga da Delegacia da Mulher de Curitiba; Bruna Isabelle Simioni Silva, professora de Direito Penal, Processo Penal e Prática Processual Penal da graduação em Direito do Centro Universitário Internacional Uninter; Denise Krüger Pereira, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná; Sandra Prado, coordenadora da Casa da Mulher Brasileira; e Eliana Tavares Paes Lopes, coordenadora do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher da Defensoria Pública do Estado do Paraná.

O debate será conduzido ao lado dos parlamentares que fazem parte da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, deputadas Luciana Rafagnin (PT), Maria Victória (PP), Mabel Canto (PSC) e Cristina Silvestri (PPS) e os deputados Delegado Fernando (PSL) e Delegado Francischini (PSL).

ALEP

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.