Uso de bermuda por taxistas de Foz do Iguaçu causa polêmica

21

A alternativa de uniforme está autorizada desde o dia 11 de março; sindicato da categoria é contra; assunto será analisado pelo Instituto de Trânsito (Foztrans).

O uso de bermuda como parte do uniforme de taxistas de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, está causando polêmica na cidade, famosa pelos pontos turísticos e também pelo calor. Enquanto um grupo de motoristas fez um abaixo-assinado para que a opção seja mantida, o sindicato da categoria é contra.

A bermuda está autorizada temporariamente por 30 dias desde 11 de março. Antes a multa para quem descumprisse a regra, que autoriza apenas o uso de calça, era de R$ 336. A cidade conta com 439 táxis autorizados.

No documento encaminhado ao Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans), o Sinditáxi afirma que com a liberação da bermuda, outros precedentes podem ser abertos como o uso de “sandálias, chinelos, tênis (limpo ou sujo), sapatos, sapatênis e meia colorida”.

“A gente tem um histórico já de alguns que saiam do futebol e iam atender passageiros. Analisando a opinião dos nossos taxistas, entendo que não é oportuno, que não é interessante, que não é viável e não é importante neste momento viabilizar o uso da bermuda”, apontou o presidente do sindicato, Jair Ferreira.

O pedido foi encabeçado pelo taxista Roque da Silva, que já está aproveitando e tem o apoio de vários colegas.

“Eu me sinto à vontade, me sinto bem trabalhando de bermuda. O turismo, hotel cinco estrelas, usam bermuda. E não vejo nenhum turista chegar e dizer que não vai se hospedar no hotel porque o funcionário usa bermuda”, comentou.

O superintendente do Foztrans, Fernando Maraninchi, afirma que levou em consideração o calor da fronteira para autorizar o uso de bermudas pelos taxistas. Mas, que diante da reclamação do sindicato, decidiu estabelecer um período de experiência.

Fonte:G1

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here