Sanepar aponta agravamento da estiagem com chuvas abaixo da média; rodízio deve ser mantido até setembro por causa do baixo nível dos reservatórios.

A tabela do rodízio de água em Curitiba e região metropolitana até a quarta-feira (29) foi divulgada pela Sanepar nesta sexta-feira (24). Segundo a companhia, o rodízio está sendo mantido por causa do agravamento da estiagem com chuvas abaixo da média.

Conforme o Simepar, a previsão para os próximos meses são de chuva abaixo da média, incluindo nos meses mais úmidos.

Por isso, a Sanepar alerta para que a água seja utilizada com prioridade para alimentação e higiene pessoal. Atividades como limpeza de calçadas, quintais, rega de jardins e lavagem de carros devem ser adiadas.

Além da tabela com a programação do rodízio, a companhia também informa o cronograma por um mapa, no qual o usuário pode digitar o endereço e conferir as informações. 

A companhia informa que a suspensão do abastecimento no rodízio tem previsão de duração de 24 horas. A partir disso, o abastecimento pode demorar até 12 horas para ser normalizado.

Estão incluídos no rodízio de abastecimento bairros de Curitiba, São José dos Pinhais, Piraquara, Colombo, Araucária, Almirante Tamandaré, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Campo Largo, Campo Magro, Quatro Barras, Tijucas do Sul e Campina Grande do Sul.

Emergência hídrica

Em maio, diante da longa estiagem que atingiu a capital e a Região Metropolitana, sem previsão de volume de chuva suficiente para a normalização, a Sanepar disse que o rodízio deve ser mantido até o fim de setembro.

O sistema de rodízio no abastecimento começou em 14 de março, após uma estiagem severa em várias regiões do Paraná, e foi ampliado para mais regiões.

Sanepar alerta para nível crítico disponível em reservatórios de água da Região de Curitiba — Foto: Arquivo/RPC
Sanepar alerta para nível crítico disponível em reservatórios de água da Região de Curitiba — Foto: Arquivo/RPC

Dicas de consumo

A Sanepar alerta a população para o uso racional e econômico da água, com a adoção de novos hábitos que priorizem a alimentação e higiene pessoal. Veja abaixo:

  • Evite lavar carros, calçadas e quintais;
  • Reduza a lavagem diária de roupa. Acumule e use a capacidade máxima da máquina de lavar;
  • A água do último enxágue do tanque ou da máquina pode servir para regar jardim e grama, ensaboar tapetes, tênis e outras peças;
  • A água do tanque ou da máquina em que foi lavada a roupa serve para lavar calçadas e pisos. Lavar as calçadas com a mangueira é desperdiçar água tratada;
  • Feche a cuba da pia, deixando um pouco de água. Ensaboe toda a louça e enxágue com água limpa. Não deixe a torneira aberta durante todo o tempo;
  • Cinco minutos de chuveiro consomem 70 litros de água. Reduzir o tempo do banho faz muita diferença na conta;
  • Reduza o tempo da torneira aberta enquanto escova os dentes, ensaboa as mãos ou faz a barba. Torneira aberta manda para o ralo 20 litros de água por minuto.

Segundo a Sanepar, residências que têm caixa-d’água de pelo menos 500 litros conseguem ficar abastecidas durante o período de 24 h.

Bem Paraná

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.