No primeiro fim de semana com “tudo” fechado, Curitiba mais parecia uma “cidade fantasma”, neste domingo (22). Durante o fim de semana o movimento nos parques e praças de Curitiba foi muito menor do que o normal. Segundo a Guarda Municipal e o departamento de parques e praças da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, a redução no movimento chegou a 70% no movimento pela manhã e a até 80% durante a tarde de ontem. O Largo da Ordem e as ruas também ficaram vazios.

“É um sinal de que a população está ciente da necessidade de barrar a transmissão do novo coronavírus. Mas é importante, no entanto, que as pessoas continuem a permanecer em casa, diminuindo a movimentação em locais públicos”, diz o alerta da Prefeitura.

Na manhã deste domingo, por exemplo, a GM contou pouco mais de 100 pessoas no Parque Barigui, um dos mais movimentados da capital. Em outros parques e pontos turismos da cidade o movimento também foi menor.

Ao longo da semana passada, tanto prefeitura quanto o governo do Estado emitiram decretos sobre o funcionamento de escolas, universidades, shoppings e o comércio em geral. Primeiro veio a suspensão das aulas nas escolas e universidades da rede pública. Depois, a recomendação que instituições particulares também suspendessem as aulas.

Na quinta-feira, o governo suspendeu o funcionamento de shoppings e academias, e a Prefeitura também decretou medida semelhante. E, neste domingo, o governo do Estado publicou medida que suspendeu o funcionamento de todas as atividades e serviços não essenciais.

Achatar a curva
Medidas semelhantes estão sendo tomadas por praticamente todos os estados brasileiros. Especialistas na área da saúde — não necessariamente representantes dos governos — insistem em analisar que esta semana é a fundamental para saber se o país será capaz de “achatar a curva” de casos graves da doença com o fim de preservar os sistema de saúde.

Se o Brasil conseguir achatar essa curva, muito provavelmente o sistema de saúde conseguirá atender de alguma forma os casos de coronavírus. Se não conseguir impedir um pico violento da doença, o Brasil pode passar por uma situação parecida com que a Itália vive hoje.

Decreto do governo do Estado suspende serviços e atividades não essenciais

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou no sábado um decreto (4.317/2020) que orienta pela suspensão de serviços comerciais e atividades não essenciais e lista 25 segmentos que devem continuar a funcionar normalmente. O texto que propõe medidas restritivas mais severas sobre a atividade econômica busca reduzir a circulação de pessoas e, desta forma, reforçar o enfrentamento contra a pandemia do novo coronavírus.

A decisão se soma ao fechamento de shopping centers, academias, escolas públicas e privadas. “Estamos avaliando as necessidades diariamente, seguindo orientação das autoridades sanitárias do Estado. Nesse momento, essa recomendação é imperativa”, afirmou Ratinho Junior. “Todos os esforços estão direcionados na contenção da circulação do coronavírus, pedimos essa colaboração da iniciativa privada”.

Segundo Ratinho Junior, o governo estadual divulgará um pacote de medidas para reduzir o impacto da pandemia sobre a atividade econômica, atendendo necessidades de empresas, segmentos econômicos e pessoas atingidas pelas perdas financeiras decorrentes da desaceleração da economia.

ACP
No fim da semana passada a Associação Comercial do Paraná (ACP) também recomendou aos seus associados que seguissem o decreto do governo do Estado. Até porque, segundo a associação, uma parcela dos comerciantes que ainda se mantinham em funcionamento até a sexya-feira já não vinham conseguido arrecadar o suficiente para arcar com seus custos operacionais, dado ao esvaziamento de clientes.

“O momento pede conscientização e reflexão de todos, pois quanto antes estancarmos esta pandemia, antes retornaremos com mais força as nossas atividades comerciais”, diz o texto publicado no site da instituição.

Bem Paraná

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.