Brasil terá banco de células-tronco compatível com 90% da população

41

Um trabalho liderado pela Universidade de São Paulo (USP) permitirá em breve que o Brasil ganhe um banco de células-tronco induzidas, amplo o bastante para cobrir as necessidades de 90% da população do país (isto é, 189 milhões de brasileiros).

Os pesquisadores analisaram o perfil genético para o sistema imunológico de quase quatro milhões de pessoas com informações do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME), já tendo identificado pessoas ideais para a coleta das células.PUBLICIDADE

As células-tronco induzidas são retiradas de indivíduos adultos e manipuladas por técnicas genéticas específicas que as tornam pluripotentes, isto é, que se transformam em qualquer tecido do corpo humano.

Trabalho com células-tronco beneficiará pessoas do mundo todo

A professora Lygia da Veiga Pereira tem coordenado esse trabalho. Ela é chefe do Laboratório Nacional de Células-Tronco Embrionárias (LaNCE), da USP. Pereira conta que, além de induzidas à pluripotência, “as células-tronco da coleção que está sendo criada serão compatíveis com a maioria dos brasileiros, pois vêm de indivíduos que possuem um tipo de sistema imunológico mais comum”.

Desde 2016, o Brasil é parceiro da Aliança Global para Terapias com Células-Tronco Pluripotentes Induzidas.

O objetivo da aliança é trabalhar para que essas terapias sejam aplicadas em benefício de pacientes de todo o mundo. Assim, o banco brasileiro de células-tronco induzidas integrará um banco global para atender pessoas das mais variadas nacionalidades e culturas.

Vale a pena Acreditar

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.