Acordo deve garantir redução de quase R$ 6 por carro no pedágio que liga Curitiba ao Litoral

565

Ecorodovias pagará, em decorrência das infrações e ilícitos revelados, R$ 400 milhões até o fim das concessões que se encerram em 2021

O acordo de leniência firmado entre a força-tarefa da Operação Lava Jato e a Ecorodovias deve garantir uma redução de quase R$ 6 na tarifa para carros na praça de pedágio que liga Curitiba ao Litoral do Paraná. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (12) pelo Ministério Público Federal (MPF), o acordo prevê uma redução de 30% na tarifa, o que representa R$ 5,82. Se esse for o valor aplicado, a tarifa de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, passaria de R$ 19,40 para R$ 13,58.

Segundo o MPF, o acordo prevê ainda a redução da tarifa em outras cinco praças de pedágio do Grupo Ecorodovias S.A. Então, além de São José dos Pinhais, teriam redução de 30% na tarifa nas praças de São Miguel do Iguaçu, Céu Azul, Cascavel, Laranjeiras do Sul e Candoi. As seis praças do grupo ficam localizadas na BR-277.

“A empresa reconheceu o pagamento de propinas para a obtenção de modificações contratuais benéficas à concessionária desde o ano 2000. Pelo acordo, a Ecorodovias pagará, em decorrência das infrações e ilícitos revelados, R$ 400 milhões até o fim das concessões que se encerram em 2021. Como nos demais acordos de leniência feitos pela força-tarefa, o valor constitui uma antecipação de valores devidos pela empresa, não impedindo a atuação de outros órgãos públicos”, afirma o MPF.

Nota

Diante do acordo, a Ecorodovias enviou nota à imprensa sobre o acordo:

As concessionárias Ecovia e Ecocataratas, controladas pela EcoRodovias, celebraram hoje acordo de leniência com o Ministério Público Federal, no Paraná, no qual se comprometem a reduzir em 30% o valor da tarifa de pedágio por pelo menos 12 meses, o que totaliza R$ 100 milhões na Ecovia e R$ 120 milhões na Ecocataratas. As concessionárias também deverão arcar com R$ 20 milhões e R$ 100 milhões, respectivamente, em novos investimentos nos trechos de concessão. Adicionalmente, a EcoRodovias pagará multa de R$ 30 milhões.

A redução da tarifa se dará em favor dos usuários de todas as praças de pedágio operadas pelas duas concessionárias do grupo no Paraná. As novas tarifas serão implementadas após a homologação do acordo e os novos investimentos ainda devem ser aprovados pelo poder concedente.

A medida é um importante passo para que a companhia possa seguir seu caminho de crescimento, deixando para trás qualquer atitude em desacordo com suas diretrizes éticas e morais.

Contando atualmente com amplo programa de compliance e rigorosos mecanismos de controle de gestão, a EcoRodovias reafirma seu compromisso com o crescimento sustentável e com transparência em todas as suas relações profissionais.

BandaB


COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.