Advogado de 83 anos que fez história em Curitiba desaparece em Santa Catarina

114

Como morou em Curitiba por 50 anos, não se descarta que ele tenha vindo para a capital, embora a hipótese seja pequena

Uma família moradora em Santa Catarina está desesperada por informações do advogado aposentado Antônio José da Luz Amaral Filho, de 83 anos. Ele está desaparecido desde o dia 1°de junho, quando saiu de casa para caminhar por volta das 15h, no bairro Campeche, em Florianopólis, capital catarinense. Como morou em Curitiba por 50 anos, não se descarta que ele tenha vindo para a capital, embora a hipótese seja pequena.

No dia em que desapareceu, Antônio vestia uma camisa xadrez azul clara/branca, calça social cinza escura, sapato social marrom e uma jaqueta com dizeres “W Detonação” na parte das costas. Ele precisa tomar diariamente medicamentos para evitar a perda de memória, colesterol e controle de glicose.

O engenheiro elétrico Antônio José de Amaral Neto falo o que se sabe sobre o desaparecimento. “A gente ainda não conseguiu descobrir se ele tomou um ônibus ou veículo ali nas imediações, porque são poucas câmeras de monitoramento. Então realmente está um mistério para descobrir o que aconteceu, porque não temos um ponto de partida”, disse.

Antônio fez história na advocacia paranaense (Foto: Divulgação)

O filho afirmou que, apesar da idade, o pai não tem problemas sérios de memória. “Ele não tem Alzheimer. O que pode acontecer é de ele ter algum lapso repentino de memória, mas nada além disso. O que a gente não descarta é que ele tenha tido um mal súbito durante a caminhada”, afirmou.

Antônio é natural de Recife-PE, mas passou grande parte da vida em Curitiba, onde criou sua família e atuou por mais de 50 anos como advogado. “Pode ter se deslocado de carona para Curitiba,mas a gente não acredita nesta hipótese. Ele foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Curitiba, pela atuação na advocacia voluntária à pessoas de baixa renda. Inclusive colocamos os cartazes do desaparecimento na Boca Maldita”, ressaltou.

Qualquer informação sobre o paredeiro do aposentado no Paraná deve ser passada ao 190 da Polícia Militar.

BandaB


COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.