Prefeitura de Londrina suspende licitação para construção da nova sede do Samu

47

A Prefeitura de Londrina, no norte do Paraná, suspendeu a licitação para construção da nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A obra foi orçada em R$ 4,7 milhões.

Segundo a Secretaria Municipal de Gestão Pública, a suspensão foi realizada a pedido da Secretaria de Obras, empresas interessadas em participar da licitação realizaram uma série de questionamentos sobre o projeto.

“A partir da publicação do edital, questionamentos de ordem técnica, de engenharia, relacionados a ordem técnica, isso foi repassado a Secretaria de Obras, que, ao avaliar os pedidos, confirmou que de fato há alguns pontos a serem corrigidos neste edital. A secretaria de Obras e de Saúde farão as adequações para que possamos relançar a licitação sem qualquer problema ou dúvida”, explicou o secretário Fábio Cavazotti.

O prédio será construído na Avenida Dez de Dezembro, em um terreno ao lado da rodoviária onde funcionava um posto de combustíveis.

Atualmente, o Samu atende em dois prédio distintos, a central de regulação funciona em um imóvel adaptado na Rua Maranhão, no centro, e a garagem das ambulâncias fica na Rua Dib Libos, na região leste.

A nova construção vai reunir todos os serviços em um lugar só e ainda terá um heliponto.

G1PR

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.