sábado, março 2, 2024

InícioSem categoriaUnidades de Conservação do Litoral estarão abertas durante o Carnaval

Unidades de Conservação do Litoral estarão abertas durante o Carnaval

Desbravar o patrimônio natural do Estado é uma boa opção de lazer e contato com a natureza durante o feriado prolongado. São 25 Unidades de Conservação (UCs) abertas à visitação que funcionarão integralmente, durante todas as datas da folga prolongada, incluindo a terça-feira (13), dia em que normalmente os parques fecham para reorganização. Para quem estará no Litoral, o Instituto Água e Terra (IAT) preparou algumas dicas:

ANTONINA – O Parque Estadual Pico Paraná é um complexo ambiental que abriga o maior pico da região Sul do País, o Pico Paraná (1.877,39 m), e faz a fama de aventureiros e montanhistas.

Porém, por causa das chuvas intensas do final de janeiro, a orientação é que os visitantes façam as trilhas do Pico Itapiroca (5,5 km) e Caratuva (5 km), e evitem subir nos picos mais extensos. Para quem pretende subir no alto do Paraná, será necessário assinar um termo de conhecimento de risco antes de ir para a trilha de acesso.

Para chegar, basta acessar a BR-116 e, passando pelo Posto do Tio Doca, entrar à direita na Ponte do Rio Tucum, seguindo por 6 km, passando pela Fazenda Pico Paraná e Fazenda Rio das Pedras, até a base do IAT no final da estrada. O parque funciona todos os dias, com portaria 24 horas.

PARANAGUÁ – Visitar o Aquário de Paranaguá é uma boa oportunidade de apresentar a fauna marítima para a criançada. Os visitantes podem conhecer melhor sobre a vida de peixes, tartarugas e raias, entre outras espécies.

Paralelamente, está à disposição a exposição “Mergulhando no Clima do Litoral”, organizada pelo IAT, sobre a beleza e a importância da biodiversidade marítima e os esforços para sua proteção. Ou seja, uma aula de educação ambiental. A mostra vai até 16 de fevereiro de 2024.

O aquário funciona das 9h às 18h, todos os dias da semana. Fica na Rua João Régis, no Centro Histórico de Paranaguá. Os ingressos custam R$ 28. Crianças de 5 a 12 anos, estudantes, pessoas com mais dede 60 anos e moradores de Paranaguá (é necessário apresentar o comprovante) pagam R$ 14.

Também em Paranaguá, outra opção é o Parque Estadual do Palmito. A Unidade de Conservação de Proteção Integral foi criada em 1998 com o objetivo de garantir a conservação de uma parcela da floresta de Mata Atlântica por meio da inserção da silvicultura do palmito-juçara (Euterpe edulis) e do palmito-pupunha (Bactris gasipaes). A medida busca diminuir a exploração ilegal e predatória do palmito nativo, garantindo a sustentabilidade da espécie.

São três trilhas que compõem o parque: Trilha do Jacu, com aproximadamente 6,5 km; a Trilha Neuton, com 13 km, e a Trilha interpretativa, de 1,6 km. No passeio pode-se observar várias espécies de árvores de grande porte, além do palmito, como o jerivá (Syagrus romanzoffiana), guanandi (Calophillum brasiliense), cupiúva (Tapirira guianensis) e figueira (Ficus sp), entre outros.

Para chegar até o complexo, os visitantes devem seguir no GPS a seguinte coordenada: 25°35’35.6″S 48°33’34.7″W. Pela BR-277, é indicado acessar a PR-407 (estrada das praias) e seguir em direção ao balneário Praia de Leste. Para quem está em Matinhos e Pontal do Paraná, via PR-412, é preciso acessar a PR-407 e seguir em direção à Paranaguá.

O horário de funcionamento é das 8h às 17h. Para a agendamento prévio, é só entrar em contato pelo número (41) 3424-5016.

MORRETES – O Parque Estadual Pico do Marumbi está localizado em Morretes e em dezembro de 2023 retornou com as atividades de camping. Possui 8,7 mil hectares de história e conservação ambiental.

As reservas para acampar na Unidade de Conservação devem ser feitas com, pelo menos, sete dias de antecedência por meio do telefone (41) 9-9554-3988 (WhatsApp). O valor é de R$ 20 por dia e por campista. O pagamento só é feito após a confirmação da abertura da vaga pelo IAT, via aplicativo de mensagens. Idosos têm direito à meia-entrada. Crianças até 12 anos acompanhadas dos pais estão isentas.

Como atrações, o Pico do Marumbi possui a antiga Ferrovia Paranaguá-Curitiba, com as estações do Marumbi e Engenheiro Lange; a cachoeira Salto dos Macacos; o Caminho do Itupava; e o Conjunto do Marumbi, formado por diversos picos que superam mil metros de altitude e dão nome ao parque. Há também a cachoeira Salto dos Macacos.

Para chegar, basta seguir pela BR-116 e entrar na Estrada da Graciosa, seguindo até o vilarejo de Porto de Cima. Os oito quilômetros restantes, até a Estação do Marumbi, devem ser percorridos a pé, de bicicleta ou de carro com tração 4×4. Contato: (41) 3432-0019.

Para entrar no Parque Estadual Pico do Marumbi é obrigatória a assinatura do termo de conhecimento de risco  que deve ser entregue na portaria do complexo ao chegar no local. Horário de funcionamento: das 8h às 17h.

AEN

ARTIGOS RELACIONADOS

MAIS POPULARES