Jorge Wilstermann demite técnico às vésperas do duelo com o Athletico

39

Cochabamba – Em situação delicada no Grupo G da Libertadores, o Jorge Wilstermann entrará em campo pressionado para o confronto contra o Athletico, nesta quarta-feira (24), às 19h15, em Cochabamba. O time boliviano se complicou na disputa do campeonato nacional e chega para encarar o Furacão depois de ter perdido por 1×0 para o Oriente Petrolero, neste domingo (21), também dentro de casa. Pressão a mais, sobretudo, depois da demissão do ex-treinador do Rubro-Negro, Miguel Ángel Portugal, que não suportou as cobranças, inclusive, sendo ameaçado pela torcida, e se desligou do clube.

“Por motivos alheios à minha própria vontade e que todos conhecem, incluídas ameaças, me veio a obrigação de chegar a um acordo com o Jorge Wilstermann, que espero que chegue a um bom caminho”, escreveu ele, em sua conta pessoal no Twitter.

pós a derrota para o Oriente Petrolero, a assessoria de imprensa do clube já avisou que não haverá janela para a imprensa antes do duelo contra o Athletico. Tudo fechado para tentar fazer o time emplacar a sua primeira vitória na Libertadores. Somente assim vai para a última rodada, diante do Deportes Tolima, também em Cochabamba, com alguma chance de classificação às oitavas de final.

Já no Campeonato Boliviano, o Jorge Willstermann é o sexto colocado, com 32 pontos. Até agora, em 19 partidas, conseguiu dez vitórias, dois empates e foi derrotado em outras sete oportunidades. Números que pesam contra o próprio clube, que vive um momento delicado.

TribunaPr

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.